Sites Grátis no Comunidades.net
SÃO VERDÃO O PROTETOR DAS FLORESTAS
SÃO VERDÃO O PROTETOR DAS FLORESTAS

SÃO VERDÃO O PROTETOR DAS FLORESTAS

  História do São Verdão

Tudo começou em Janeiro de 1981, quando eu estava com dezenove anos de idade, no qual fui em uma livraria e comprei dois livros, um de Engenharia Genética e outro de Meio Ambiente. Ao ler os mesmos concomitantemente e ao termino da leitura naquele mês, fiquei atônito com a mensagem contida no Livro de Meio Ambiente, que me transladou ao futuro em mais ou menos trinta anos.
Comecei a divulgar entre meus familiares, parentes e amigos todas  as possíveis desgraças que poderiam acontecer com nosso Planeta, mas os mesmos não entenderam minha preocupação e acharam que estava louco (fora de mim), dessa forma me internaram em um Hospital para loucos no Município de São Gonçalo, Rio de Janeiro. Fiquei internado por pelo menos dois meses, passando meu aniversário de vinte anos no hospital. Após esses dois meses, deram-me uma folga para visitar meus familiares, foi quando tomei a decisão de não mais retornar àquele lugar. Foi ai que um amigo conseguiu um trabalho em uma papelaria, juntamente fiz uma inscrição para um Curso no SENAI de Massagista para me profissionalizar, decidi nunca mais falar sobre problemas relacionados ao Meio Ambiente para que não fosse interpretado erroneamente, também uma forma de mostrar para familiares e sociedade que não estava louco, estava lúcido o bastante.
No ano de 1992 levei um susto, pois não entendia como todas aquelas pessoas juntas falando de meio ambiente não eram tachadas de LOUCAS, estávamos na ECO-92, NO Rio de Janeiro, naquele momento pensei que teria de criar um Símbolo para o Meio Ambiente, essa idéia ficou dentro de mim de uma forma muito prazerosa.
Muito tempo depois percebi que aquela idéia ainda martelava em minha mente, verificando noticias na Mídia escrita e televisiva para verificar a criação de algum Símbolo relacionado ao Meio Ambiente, percebi que até aquele momento nada havia sido feito e/ou criado.
No ano de 1997 começou uma grande divulgação na Mídia, com relação à qualidade de vida das pessoas, foi quando conheci a Cidade de Casimiro de Abreu, Rio de Janeiro, uma Cidade cercada por Reservas Biológicas, Mata Atlântica, Serra e Mar, e estando quase todo seu Território sob uma APA. Assim fui impulsionado a comprar um terreno nessa Cidade e no ano de 2002, já decidido a me instalar em Casimiro de Abreu, vendi um imóvel em


São Gonçalo e me transferi com a Família para Casimiro de Abreu, na época com uma Filha de apenas 1 ano e seis meses de idade.
Durante o período de 2000 a 2006, em função de uma séria de problemas pessoais e dificuldades de apoio, parei com a proposta da criação de um Símbolo para o Meio Ambiente.
No ano de 2007, já um pouco melhor em todos os sentidos, retomei meu projeto de criação de um Símbolo, percebi que ninguém criava nada parecido em prol da Defesa do Meio Ambiente, tentei trabalhar como Brigadista em uma das Reservas Biológicas na Região, mas não obtive sucesso. No ano seguinte com o apoio de um amigo consegui trabalho em uma Reserva.
Durante minha primeira semana de trabalho em uma tarde de Domingo e após verificar que não havia incêndio na floresta, estava eu em uma Torre de Vigilância de 30 Metros de altura, escrevi meu nome Jeremias Soares dos Santos Verdão, foi aí que descobri que tinha criado o nome do Símbolo Ecológico, São Verdão. Tinha nascido o São Verdão Protetor das Florestas.Esse Protetor nasceu por quatro motivo: 1º Depredação das Florestas; 2º Brigas nas Torcidas de Times de Futebol; 3º Minha filha sempre me chamava de Meu Herói e 4º um sonho com o famoso Repórter Amaral Neto me pedindo ajuda, o que acordei com um sobressalto. Após acordar do sonho pensei como poderia eu ajudar um morto há mais de 20 anos e eu aqui em Casimiro de Abreu, sem condições financeiras, com dificuldades de até manter minha família.
Após quinze dias do sonho surgiu em minha mente e caracterização do São Verdão, inspirado na Túnica de São Francisco de Assis mas toda verde. A Caveira do São Verdão significa nossa morte lenta causada pelos grandes desastres ambientais no Planeta Terra.
A primeira aparição do São Verdão foi em 22 de Setembro de 2009 na Festa de São Gonçalo, em uma pesquisa de campo teve uma grande aceitação por todos que participaram do evento. Estou há três anos atuando com o personagem em Estádios de Futebol, Praças Públicas e em encontros de Motociclistas, minha grande aparição ocorreu durante a RIO+20, onde tive um grande destaque no Jornal O DIA do Rio de Janeiro, do dia 23 de Junho de 2012. Após participar da RIO + 20, criei a RIO + HOJE, pois a preservação do nosso Planeta deve acontecer todos os dias. Com relação as Torcidas de Futebol criei uma Bandeira onde junto todos os grandes times do Rio de Janeiro, para mostrar que é possível conviver pacificamente, bem como desenvolver o espírito ambientalista nos torcedores.

                                                                        DEPREDAÇÃO É PESADELO
                                                                        PRESERVAÇÃO É SONHO
                                                                      PRESERVA OU MORRA


                                                SÃO VERDÃO, O PROTETOR DAS FLORESTAS.

 

                                                   TEL: (55) (022) 9932 4603 / 9847 2120.

      

                                                      CASIMIRO DE ABREU RJ.15/10/1012